domingo, 26 de abril de 2015

Carreira Única ou Entrada Única??

Nos últimos dias tem sido compartilhado nas redes sociais uma  imagem, supostamente, como um esboço de projeto de autoria da Casa Militar em relação a tão sonhada e necessária restruturação das carreiras.  

Vejam:
Suposto Projeto da Casa Militar

Outras sugestões de Carreira

Outras sugestões de Carreira

É preciso saber claramente entender e diferenciar o que é uma CARREIRA ÚNICA de fato da tal ENTRADA ÚNICA vamos analisar bem!!!

DEIXE SEU COMENTÁRIO A RESPEITO






quinta-feira, 23 de abril de 2015

Previsão das prováveis promoções para AGOSTO - Atualizadas de acordo com o almanaque de Praças de 22 de Abril de 2015


ATUALIZAÇÃO DAS PROMOÇÕES EM 22/04/2015

VAGAS EXISTENTES

PROMOÇÕES C/ REDUÇÃO DE 50% (30 MESES)
ST

08

08
1º SGT

34

42
2º SGT

10

52

3º SGT

02
54

CB

801
03
TOTAL
855

159







terça-feira, 21 de abril de 2015

Parabéns PMAM!!!


Lei estadual 4.044/2014 Restrutura a Carreira dos Policiais a Bombeiros Militares do Amazonas



O LUTO SOLITÁRIO DAS PRAÇAS


Resultado de imagem para luto policial
Hoje a PMDF acorda mais uma vez de luto. Luto que deveria ser de toda sociedade, mas que não o é por conta de uma campanha sórdida que visa à destruição das polícias militares.

Desde os momentos prévios à redemocratização, há uma deliberada campanha propagandística para deslegitimar o papel das policiais ante a sociedade. Erros e abusos acontecem, sim. Isso ocorre em todo conglomerado humano. Igrejas, escolas e sindicatos estão sujeitos a falhas de alguns de seus membros; mesmo as famílias o estão.

O que se vê são notícias tendenciosas, pré-conceituosas, direcionadas, enviesadas, contra indivíduos e instituições. Policiais erram e são massacrados por uma mídia que constrói a opinião pública SEMPRE DESFAVORÁVEL. Só interessam os que erram. Se fizerem partos, se salvarem vidas, se forem os primeiros a prestarem socorro até que os bombeiros cheguem, pouco importa. O fato de um policial militar perder sua vida na defesa de sua família, no combate a bandidos nas ruas ou em terremoto no Haiti, onde servia a humanidade, não comove uma sociedade embriagada pelo politicamente correto. Sim, no Brasil, é politicamente correto desprezar policiais militares. Chama-los de truculentos é quase um dever da imprensa. Eis algo que se aprende ainda na Universidade, nos bancos de humanas, sobretudo, no jornalismo.

Resultados disso? Vários! Eis alguns: desinteresse geral de jovens para com a carreira policial; desmotivação e desinteresse dos efetivos policiais para o trabalho; omissão; altas taxas de criminalidade; maior taxa de homicídio do mundo (maior até do que entre países em guerra civil, sensação generalizada de insegurança e de descrédito nos órgãos de justiça/segurança; altíssimas taxas de suicídio entre policiais (só a PMDF teve aumento de 600% de 2013 para 2014).

Quem sofre com isso? TODOS!!! Em todos os níveis da Sociedade. Mais gastos privados com segurança, maior probabilidade de "vingança privada", clima de tensão entre as pessoas (insônia, paranoia, psicoses, síndrome de pânico, etc.).

Num Estado moderno, cuja Constituição Federal delega competências e obriga órgãos a exercerem a função de segurança coletiva, é temerária essa situação. 

Infeliz da nação que não respeita e nem valoriza aqueles que se dedicam a fazer o bem e a garantir que as pessoas de bem não estejam à mercê dos maus.
PRAÇA PMDF!!!!
SOBREVIVA!!!!







segunda-feira, 20 de abril de 2015

Luto!!!

Mais uma baixa na Polícia Militar do Distrito Federal


Na tarde desta segunda-feira(20), o Sargento Antonio Carlos(foto) foi vítima de latrocínio em Sobradinho. O policial, que estava com a sua esposa e cunhada, foi baleado pelos bandidos e infelizmente faleceu no local. 

Essa tragédia só evidencia que o policial militar, é policial 24 horas por dia, está exposto à mesma e, infelizmente, crescente onda de violência que tomou conta do nosso DF, e que não escolhe mais classes e “caras”. Ou seja: não existe folga e nem segurança nem para um representante da lei. 

Além de revelar a sensação de insegurança que todos nós vivemos nos dias de hoje. Mais um pai de família padece nas mãos de bandidos. Essa tragédia poderia ter sido ainda pior, já que a sua cunhada e esposa também foram baleadas. O blog presta as condolências a família deste herói.

 Recado direto 

Aproveitando o momento: o governador Rodrigo Rollemberg poderia aproveitar esse episódio e dar uma boa notícia aos PMs. Rollemberg deveria ordenar uma força-tarefa em prol dos planos de Saúde da Polícia Militar. Resolver isso o quanto antes de forma imediata e sem rodeios. Diante desta profissão de risco, um Plano de Saúde é mínimo que o Estado pode oferecer a esses gloriosos profissionais.

Já não chega o tanto que os PMs sofreram na mão do governo passado. Está na hora deste governo dar uma boa notícia para os sofridos policiais militares.